16/05/2018 11:21:03
YouTube está sendo invadido por golpes relacionados a Fortnite
Compartilhe: 
Fortnite é um dos jogos mais populares do momento, isso se não for o maior game da atualidade. E é claro que, ao mesmo tempo em que milhões de jogadores estão fissurados no game, essa popularidade toda também enche os olhos dos golpistas, que estão inundando o YouTube com vídeos prometendo moedas virtuais de graça no título – mas de olho nos dados pessoais dos usuários.

Uma reportagem publicada nesta semana pelo Polygon revelou a presença de mais de 4,5 milhões de resultados relacionados a “V-Bucks gratuitas”. A moeda virtual utilizada para compra de itens estéticos no game só pode ser obtida jogando um dos modos de Fortnite ou, então, com o uso de dinheiro real. Uma série de vídeos e transmissões ao vivo, porém, prometem entregar unidades de graça.

No momento em que este texto é escrito, por exemplo, uma transmissão ao vivo com a suposta demonstração de um esquema desse tipo era acompanhado por 12 mil pessoas e levava os usuários a um site potencialmente suspeito.

Enquanto isso, o vídeo mais visto da categoria já arrebanhava mais de 2,79 milhões de visualizações e trazia um grande clickbait, explicando que a única maneira de receber moedas gratuitas em Fortnite é adquirindo o modo tower defense do game, que garante V-Bucks mediante o cumprimento de missões e objetivos diários.

Segundo apuração do Polygon, dos dez maiores vídeos prometendo moedinhas de graça, oito são tentativas de golpe que levavam os jogadores a sites maliciosos ou os incitavam a baixar aplicativos. Em ambos os casos, o que se vê na sequência é a necessidade de preenchimento de dados pessoais, incluindo cartões de crédito, algo que pode levar a invasões de contas e perda financeira. Além disso, no caso dos softwares baixados, ainda existem os ganhos decorrentes de anúncios, cujos rendimentos vão diretamente para as mãos dos golpistas.

Os resultados desse tipo aparecem não apenas quando se busca por Fortnite ou vídeos tratando das moedinhas no YouTube – quem costuma assistir a vídeos do game com frequência também se surpreende com anúncios pagos, alguns trazendo até mesmo a figura de produtores de conteúdo famosos no meio (sem autorização, na maioria das vezes).

O YouTube já foi alertado sobre o problema, mas, de acordo com informações de fontes internas, estaria se batendo para abordar a questão. Discordâncias entre revisores internos de conteúdo, sistemas automatizados e colaboradores externos que denunciam vídeos, além do próprio público em geral, que também pode fazer isso, estariam minando os esforços de combate ao spam na plataforma. Enquanto isso, as tentativas de golpe estão se proliferando.

Em teoria, vídeos que trazem spam ou fraudes são proibidos na plataforma e devem ser retirados do ar, com os canais responsáveis, também, recebendo strikes por causa disso. Na prática, porém, a própria companhia admite que diferenciar o joio do trigo não é tarefa muito fácil, enquanto revisores de conteúdo reclamam que vídeos marcados como tal acabam sendo aprovados pelos rincões superiores do YouTube ou pelos sistemas automatizados de moderação.

O caso teria chegado até mesmo aos executivos do YouTube, com uma reunião interna tendo sido realizada para revisar ou modificar a abordagem quanto a spams. Na mira estariam sorteios fraudulentos, promessas de ganho de itens a partir de sites ou indicações de links que levariam os usuários a inserirem seus dados pessoais, que podem gerar até mesmo uma mudança nas políticas de uso da plataforma. Todos os envolvidos, entretanto, admitem que essa tarefa será bem difícil de se realizar.

Após a publicação da reportagem do Polygon, diversos vídeos apontados como fraudulentos foram deletados por seus criadores originais. Entretanto, aqui estamos falando de um comportamento quase como o de uma hidra – para cada cabeça que é cortada, outras surgem no lugar. E na medida em que golpes ou vídeos desse tipo se mostram lucrativos, mesmo que tragam informações legítimas e se baseiem apenas no clickbait para atrair os usuários, o problema parece bem longe de uma resolução, se é que ela algum dia vai chegar.

Em comunicado, a desenvolvedora de Fortnite, a Epic Games, disse estar ciente do problema no YouTube. Entretanto, em seu comentário, deixou claro que não existem outras maneiras de obter V-Bucks que não sejam a compra com dinheiro de verdade ou a obtenção, gratuita, por meio de missões ou objetivos especiais. A empresa pede que seus usuários jamais compartilhem informações de contas e tomem cuidado com sorteios suspeitos.
Fonte: https://canaltech.com.br/games/
13/11/2018 12:40:32
PS5? Sony registra patente de um controle especial
13/11/2018 12:39:31
Jogo dos Vingadores da Square Enix pode ter des...
13/11/2018 12:38:29
Tales of Vesperia Definitive Edition ganha trai...
Leia mais notícias >>
• Call Of Duty - Black Ops II
• Grand Theft Auto V (GTA V)
• Grand Theft Auto IV
• FIFA 14
• Call of Duty: Modern Warf...
• Resident Evil 6
• Far Cry 3
• Call Of Duty: Ghosts
• PES 2014
• Call of Duty Black Ops
• * Títulos em mídia digita...
• * Títulos em mídia digita...
• 007 Racing
• 007: Agent Under Fire
• 007: Blood Stone
• 007: Blood Stone
• 007: From Russia With Love
• 007: Godeneye Reloaded
• 007: James Bond Legends
• 007: Legends
• 007: Nightfire
• 007: Quantum Of Solace
• 007: Quantum Of Solace
• 007: Quantum Of Solace
• 007: Quantum Of Solace
• 00TUDO OU NADA
• 10.000 Bullets
• 101-in-1 Party Megamix
• 18 Wheels Of Steel: Big C...
Qual seria o presente que você gostaria de ganhar de Natal da Viper Games?
Um Playstation 4
Um Xbox One
Um Notebook “gamer“
Um Nintendo Switch
Avenida do Café • 460 • Paulista
Piracicaba-SP CEP 13401-090
contato@vipergames.com.br

Telefones para contato:
(19) 3434-7423
(19) 3372-7400
Evernet Sites e Sistema Online